Quarta-feira
18 de Maio de 2022 - 
ADVOCACIA - SUBLIME MISSÃO
SEU DIREITO VALORIZADO

ACESSO

Seu e-mail
Senha
ACESSO A PROCESSOS E CADASTROS

Previsão do tempo

Hoje - Manaus, AM

Máx
30ºC
Min
24ºC
Chuva

Quinta-feira - Manaus, AM

Máx
29ºC
Min
24ºC
Nublado

Sexta-feira - Manaus, AM

Máx
29ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Manaus, AM

Máx
29ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Brasília, DF

Máx
20ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Quinta-feira - Brasília, DF

Máx
20ºC
Min
6ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Brasília, DF

Máx
22ºC
Min
4ºC
Predomínio de

Sábado - Brasília, DF

Máx
23ºC
Min
6ºC
Predomínio de

Hoje - Campinas, SP

Máx
14ºC
Min
4ºC
Predomínio de

Quinta-feira - Campinas, SP

Máx
17ºC
Min
5ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Campinas, SP

Máx
17ºC
Min
5ºC
Predomínio de

Sábado - Campinas, SP

Máx
20ºC
Min
7ºC
Predomínio de

Hoje - São Paulo, SP

Máx
14ºC
Min
6ºC
Predomínio de

Quinta-feira - São Paulo, SP

Máx
16ºC
Min
7ºC
Predomínio de

Sexta-feira - São Paulo, SP

Máx
17ºC
Min
9ºC
Predomínio de

Sábado - São Paulo, SP

Máx
18ºC
Min
10ºC
Predomínio de

Hoje - Nova Iguaçu, RJ

Máx
22ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Quinta-feira - Nova Iguaçu, R...

Máx
22ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Nova Iguaçu, RJ

Máx
21ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Sábado - Nova Iguaçu, RJ

Máx
22ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Hoje - Queimados, RJ

Máx
23ºC
Min
12ºC
Predomínio de

Quinta-feira - Queimados, RJ

Máx
22ºC
Min
12ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Queimados, RJ

Máx
21ºC
Min
14ºC
Chuvas Isoladas

Sábado - Queimados, RJ

Máx
22ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
23ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Quinta-feira - Rio de Janeiro,...

Máx
22ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Rio de Janeiro, ...

Máx
22ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Rio de Janeiro, RJ

Máx
22ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

NOTICIAS

Penas pecuniárias: TJRJ repassa R$ 4,4 milhões a 51 entidades

Desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto: o recolhimento de penas pecuniárias torna possível fazer repasses que atendam, de forma significativa, as demandas das instituições Com recursos obtidos através da aplicação de penas pecuniárias, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro tem auxiliado inúmeras instituições sociais a levar seus projetos a pessoas que precisam de amparo. Somente em 2021, 51 entidades foram contempladas com o repasse de R$ 4.462.234,01. As verbas são destinadas pela Comissão de Aplicação dos Recursos da Prestação Pecuniária (Coapp), com o apoio do Departamento de Ações Pro-Sustentabilidade (Deape) do TJRJ, após avaliação e seleção dos projetos, por meio de edital específico.    É o caso, por exemplo, da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Aperibé, município localizado na Região Norte do estado. A instituição recebeu, em janeiro de 2021, R$ 51.269,80 para instalação de painéis de captação de energia solar. O projeto Apae Autossustentável começou a produzir energia três meses depois. Desde então, garante ambiente climatizado para todas as salas de aula, ambulatórios e administrativo, proporcionando uma melhoria qualitativa e conforto aos assistidos, através de uma energia limpa, renovável e abundante.    Fundada em 2003 e atendendo a 120 famílias, a Apae de Bom Jardim, na Região Serrana, é outra instituição contemplada com recursos oriundos da prestação pecuniária (um total de R$ 110.379,00). Com isso, em outubro, pôde inaugurar em sua sede uma plataforma elevatória de cadeiras de rodas. Na mesma ocasião, a juíza Hevelise Scheer, titular da Vara Única da Comarca de Bom Jardim, fez a entrega simbólica de um carro zero km adquirido pelo projeto.    Instituições como a Apae de Paracambi, na Baixada Fluminense, e o Asilo Nossa Senhora do Carmo, em Santo Antônio de Pádua, no Norte do estado, também conseguiram carros novos para transportar seus assistidos. Nos dois locais, esse serviço era feito em kombis que literalmente estavam caindo aos pedaços, e foram substituídas por vans adquiridas com os recursos repassados pelo Tribunal de Justiça.    Também em Santo Antônio de Pádua, o Lar Evangélico do Ancião reformou e ampliou instalações como a lavanderia, construiu rouparia e comprou equipamentos e maquinário que garantem o aquecimento da água, limpeza e conforto aos idosos atendidos.     Medida alternativa    O presidente da Coapp, desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto, explica que a pena pecuniária é medida alternativa à prisão. É aplicada, em regra, em infrações de menor potencial ofensivo nas transações penais e nas sentenças condenatórias com penas inferiores a quatro anos prisão, em crimes cometidos sem violência ou grave ameaça.    O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) fixou a política do Poder Judiciário para o uso dos recursos com a Resolução 154/2012. Desde então, quando os réus pagam os valores fixados pelos juízes nas sentenças, estes são depositados em conta bancária específica destinada a esse fim, em vez de serem pulverizados em várias entidades. O dinheiro só pode ser movimentado por alvará judicial.    Segundo o desembargador, o recolhimento de penas pecuniárias torna possível fazer repasses que atendam, de forma significativa, as demandas das instituições. O magistrado entende que, com a concentração dos recursos, se ganha em escala o que permite dar efetividade a projetos sustentáveis, beneficiando instituições escolhidas a partir de critérios estritamente objetivos.    “Os resultados são palpáveis e sustentáveis. Financiar um projeto de captação de energia solar, por exemplo, representa uma economia de longo prazo, de 10 a 20 anos. Assim, o valor aplicado se multiplica ao longo dos anos. Podemos atender muito melhor a comunidade assim do que através da entrega direta das penas pecuniárias a instituições, como por exemplo, quando ao réu é determinado a entrega de cestas básicas ou fraldas a uma ou outra instituição isoladamente”, destaca o presidente da Coapp.    Ainda de acordo com o magistrado, no caso de estrangeiros ou turistas de outros estados que tenham que voltar para seus domicílios, o pagamento da pena pecuniária ao fundo gerido pelo Tribunal, em vez de se determinar, por exemplo, a prestação de serviços comunitários, é muito mais factível.    Cunho social    Apenas entidades públicas ou privadas com fim social e conveniadas ou de caráter essencial à segurança pública, educação e saúde recebem a verba. Seguindo a regulamentação do CNJ, o Tribunal de Justiça, divulga um edital para entidades se cadastrarem. Elas devem estar com sua documentação regular para que a viabilidade dos projetos seja analisada pela Comissão do TJRJ. O objetivo é atender o maior número deles.    O desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto ressalta que os recursos não podem ser usados para custeio do Poder Judiciário. Tampouco podem servir à promoção pessoal de magistrados ou integrantes das entidades beneficiadas. As entidades não devem remunerar membros com o dinheiro, o que implica desvio de finalidade. É vedado também o uso para fins político-partidários.    Após o recebimento dos recursos, o magistrado explica que é realizado trabalho de acompanhamento para verificar de que forma os valores foram aplicados. E somente nesse trabalho de fiscalização realizado em 2021, a equipe do Departamento de Ações Pro-Sustentabilidade (Deap) do Tribunal Justiça percorreu 4.247 Km.  Isso sem levar em conta a movimentação pelas cidades do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Duque de Caxias e Nova Iguaçu.    “Teve o caso de uma instituição que comprou um freezer industrial, mas não recebeu do vendedor. Preocupados, fizeram uma rifa para arrecadar e devolver o dinheiro ao Tribunal.  Acabamos prorrogando o prazo deles para prestação de contas. Isso mostra com tranquilidade a seriedade dos envolvidos”, diz o desembargador.    AB / MB
17/01/2022 (00:00)

CONTATO

Matriz

Rua Manuel Chagas  , 33  ,
-  Centro
 -  Queimados / RJ
-  CEP: 26325-140
+55 (21) 9644-70287+55 (21) 981642987+55 (21) 2665-2051+55 (21) 987242051
Visitas no site:  14402820
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.