Domingo
09 de Agosto de 2020 - 
ADVOCACIA - SUBLIME MISSÃO
SEU DIREITO VALORIZADO

ACESSO

Seu e-mail
Senha
ACESSO A PROCESSOS E CADASTROS

Previsão do tempo

Hoje - Manaus, AM

Máx
36ºC
Min
25ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Manaus, AM

Máx
36ºC
Min
24ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Manaus, AM

Máx
36ºC
Min
26ºC
Predomínio de

Quarta-feira - Manaus, AM

Máx
35ºC
Min
27ºC
Nublado

Hoje - Brasília, DF

Máx
26ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Brasília, DF

Máx
27ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Terça-feira - Brasília, DF

Máx
27ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Quarta-feira - Brasília, DF

Máx
28ºC
Min
15ºC
Predomínio de

Hoje - Campinas, SP

Máx
26ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Campinas, SP

Máx
26ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Terça-feira - Campinas, SP

Máx
29ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Quarta-feira - Campinas, SP

Máx
31ºC
Min
12ºC
Predomínio de

Hoje - São Paulo, SP

Máx
25ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Segunda-feira - São Paulo, SP

Máx
26ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Terça-feira - São Paulo, SP

Máx
28ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Quarta-feira - São Paulo, SP

Máx
29ºC
Min
15ºC
Predomínio de

Hoje - Nova Iguaçu, RJ

Máx
30ºC
Min
15ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Nova Iguaçu, ...

Máx
32ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Terça-feira - Nova Iguaçu, R...

Máx
34ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Quarta-feira - Nova Iguaçu, R...

Máx
32ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Hoje - Queimados, RJ

Máx
30ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Queimados, RJ

Máx
31ºC
Min
15ºC
Predomínio de

Terça-feira - Queimados, RJ

Máx
34ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Quarta-feira - Queimados, RJ

Máx
33ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
30ºC
Min
15ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Rio de Janeiro...

Máx
32ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Terça-feira - Rio de Janeiro,...

Máx
34ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Quarta-feira - Rio de Janeiro,...

Máx
32ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

NOTICIAS

Presidente do STF suspende decisão que reverteu aumento da contribuição previdenciária no Amazonas

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu os efeitos de decisão do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) que havia afastado a majoração de alíquotas de contribuição previdenciária dos auditores fiscais de 11% para 14%. O pedido foi deferido na Suspensão de Liminar (SL) 1349, ajuizada pelo Estado do Amazonas. A liminar do TJ-AM foi deferida em ação direta de inconstitucionalidade ajuizada pelo Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado do Amazonas (Sindifisco). Para o tribunal estadual, a elevação da carga tributária e a diminuição da remuneração dos servidores no período da pandemia geraria impacto financeiro imediato e elevado, com a caracterização de lesão grave à ordem e à economia públicas. Na SL 1349, o estado sustentava que, justamente em razão da pandemia, seus gastos cresceram exponencialmente e que a redução de receita decorrente da decisão do TJ causará severos impactos aos cofres públicos. Alegava ainda que ficará em situação de irregularidade perante a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, impedido de renovar seu Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP). Ao examinar o pedido, o Dias Toffoli constatou a existência de grave lesão à ordem pública nas áreas administrativa e econômica do estado, pois a decisão questionada interferiu diretamente nas regras do sistema previdenciário do Amazonas, ao suspender os efeitos de normas locais recentemente editadas pela Assembleia Legislativa, no regular exercício de suas funções. Em relação à discussão sobre a majoração de alíquotas de contribuição previdenciária, o ministro destacou que a repercussão geral da matéria foi reconhecida pelo STF no Recurso Extraordinário com Agravo (ARE) 875958 e que o relator, ministro Luís Roberto Barroso, determinou a suspensão do trâmite de todos os processos pendente sobre o mesmo tema. Assim, o ato do TJ-AM desrespeitou decisão proferida no ARE, fato que, isoladamente, já se prestaria a fundamentar a suspensão de seus efeitos. "As legislações que implicaram em majoração de alíquotas de contribuição previdenciária continuarão prevalecendo, até que seja o tema definitivamente julgado pelo Plenário do STF", concluiu.
09/07/2020 (00:00)
Visitas no site:  4816872
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.